Homem é preso por suspeita de matar a namorada e manter o corpo no carro em Nova Iguaçu, no RJ

Rate this post




Médicos afirmam que a mulher estava sem vida possivelmente há horas. Caso é investigado pela Delegacia de Homicídios da Baixada. Patrícia Koike foi encontrada no carro do namorado, Altamiro, em Nova Iguaçu
Reprodução/ Facebook
O estudante universitário Altamiro Lopes dos Santos foi preso, na noite desta segunda-feira (9), por suspeita de matar a namorada, Patrícia Mitie Koike, de 20 anos.
Policiais do 20º Batalhão (Mesquita) foram alertados por pessoas que desconfiaram da atitude do rapaz. Altamiro estava num carro perto de um posto de combustíveis com a namorada. Segundo os relatos, Patrícia estaria bastante ferida e desacordada.
Ela, porém, já estava morta. Altamiro, natural de Sorocaba (SP) e estudante de Medicina, tentou escapar, mas foi pego na Rua Dr. Barros Jr. Ele primeiro afirmou aos policiais que estava tentando socorrer a namorada, mas depois confessou que brigou com ela e a espancou até a morte.
Patrícia foi levada pelos agentes para o Hospital Geral de Nova Iguaçu mas, de acordo com a equipe médica, ela chegou sem vida. As primeiras análises de legistas indicam que a briga aconteceu havia pelo menos 24 horas (possivelmente no domingo) e que Altamiro teria lavado o corpo.
Os PMs prenderam Altamiro em flagrante por homicídio e ocultação de cadáver e acionaram a Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense, que investiga o caso.
Até as 12h15, o corpo de Patrícia continuava no Hospital Geral de Nova Iguaçu. A família dela está no Japão.
Carro onde o suspeito foi interceptado em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense.
Lívia Torres/ G1



Leia na íntegra

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Assine a nossa newsletter
Assine a nossa newsletter
Inscreva-se aqui para receber as últimas notícias diretamente na sua caixa de entrada.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento