Empresário é preso na operação que investiga suspeitos de fraudar licitações de merenda 

Rate this post



Também foram cumpridos dois mandados de busca em duas distribuidoras de alimentos do noroeste paulista. Ação é realizada em 32 cidades do estado de São Paulo. Uma operação para combater fraude na merenda escolar está sendo feita em São José do Rio Preto (SP) e em outras 32 cidades do estado de São Paulo, nesta sexta-feira (6).
A operação “Cadeia Alimentar” cumpriu um mandado de prisão de um empresário de Rio Preto e dois mandados de busca e apreensão em distribuidoras de alimentos para a merenda escolar e cestas básicas na cidade.
No total, 180 agentes da Polícia Federal e do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público cumprem oito mandados de prisão e 24 de busca e apreensão nestas 32 cidades.
As cidades alvo da operação são Aguaí, Altinópolis, Americana, Barretos, Cubatão, Guaíra, Guariba, Guarulhos, Iperó, Itápolis, Jaboticabal, Jandira, Jarinu, Limeira, Luiz Antônio, Mirassol, Mococa, Orlândia, Paulínia, Peruíbe, Pirassununga, Pontal, Promissão, Santa Rosa de Viterbo, Santa Bárbara d’Oeste, Santos, São Carlos, São Joaquim, São Roque, São Vicente, Sorocaba e Vargem Grande do Sul.
Os investigados por fraudar processos licitatórios vão responder por associação criminosa, falsidade ideológica, fraude a licitação, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro, com penas que podem chegar a 34 anos de prisão e multa.
*Com informações do G1 Ribeirão Preto e Franca
Veja mais notícias da região no G1 Rio Preto e Araçatuba



Leia na íntegra

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Assine a nossa newsletter
Assine a nossa newsletter
Inscreva-se aqui para receber as últimas notícias diretamente na sua caixa de entrada.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento