Moradores reclamam de falta de água na região do Pirapitingui

Rate this post


“Essa é nossa vida, uma humilhação”. O sentimento de Alessandra dos Santos, moradora da Rua Fiovo de Bernardini, no Jardim União, representa muitos moradores da região, que ao ficarem sem abastecimento de água por vários dias, se revoltam.
“Faz duas semanas que está sem água aqui, nesta região. Não temos água nem para tomar banho. Quando o caminhão pipa vem trazer água, não é suficiente para todo mundo e a população começa a brigar”, explica Alessandra. “E quando volta a água, em casas como a minha, que é na parte alta da rua, não tem pressão suficiente para encher as caixas de água”
Outra moradora da mesma rua, Valdete de Fátima Machado, também reclama. “Estamos tendo que pegar água com balde, do caminhão, há uma semana. E a gente vai reclamar, eles falam que está tudo normal”.
A moradora da Vila Vivenda, Neuza Giatte, também contou para a nossa reportagem que há dias está sem abastecimento em sua casa. “Fui na sub prefeitura na sexta feira, tenho dois protocolo que foi aberto lá, falaram que os funcionários da Cis iam vir na minha casa e se precisasse iam enviar caminhão pipa, mas até agora nada”.
A Assessoria da Companhia Ituana de Saneamento, em comunicado oficial, informou que diversos fatores geraram a falta de abastecimento. “ Para iniciar as obras do desassoreamento inédito do São Miguel, foi necessário reduzir temporariamente a vazão de água. Na quinta-feira (11), identificamos problemas estruturais na Casa de Bombas da ETA. Foi necessária a demolição da casa (foto)  e uma das duas bombas que abastecem os reservatórios teve avarias. Divulgamos paralisação emergencial do abastecimento de água para fazer a troca do equipamento. Após liberação, iniciamos uma força tarefa para restabelecer o serviço em todas as localidades, incluindo caminhões pípa para abastecer as ruas mais altas durante a sexta e sábado. Após normalização do abastecimento, identificamos um problema isolado na rede de distribuição e o Jardim União não teve os serviços restabelecidos. Intensificamos o envio de caminhões pipas com ajudantes para suprir a necessidade da população local e, ao mesmo tempo, nossa equipe está vasculhando possível vazamento na rede. O trabalho é incansável para normalização do abastecimento. “
A CIS ainda informou que a autarquia trabalha para resolver de forma definitiva os problemas de abastecimento de água na região, com o desassoreamento do São Miguel, a construção da nova Cabine Elétrica da ETA do Hospital , a substituição de bombas na ETA e a nova captação de água, Pirajibu.



Leia mais

Comentários
Carregando...
Assine a nossa newsletter
Assine a nossa newsletter
Inscreva-se aqui para receber as últimas notícias diretamente na sua caixa de entrada.
Você pode cancelar sua inscrição a qualquer momento